domingo, 12 de setembro de 2010

Eu e mais ninguém


Velha amiga, hoje a madrugada está mais silenciosa. Estranhamente Shazam não perseguiu o gato preto. A moça do crack ainda não passou com o seu vasto repertório de palavrões e o meu vizinho insone adormeceu sem derrubar nenhum prato. Estou me sentindo um bocado só (apesar do Orkut atestar categoricamente que eu tenho quase 400 amigos). Queria te contar sobre a maldição de ser transparente e o peso que é carregar esse vazio nas costas por tanto tempo. Aprendi a curar minha ressaca com chá de boldo. Mas nunca me explicaram o que fazer com a solidão. Esse é o tipo de hemorragia que não estanca com band-aid.

13 comentários:

Priscila Adélia disse...

lindo lindo lindo

Jopz_B1B disse...

Bueníssimo!

Dany disse...

Que bonitinho.


(tô gostando de ler o seu blog.)

Livia Cavalcanti disse...

Lindo?Bonito? Sinto muito...mas de nada tem...esse não é um sentimento classificado no rol dos "bons"...

Desculpe-me os outros...a navalha entrando e eu achar bonito? Não mesmo...

Debora disse...

Bem que vc disse que ia sair post esse fim de semana... Pena que seja um neste tom...


p.s: ó, a proposta de casamento ainda tá de pé, viu? entrei na fila... kkkk! ;*

Samis disse...

" Aprendi a curar minha ressaca com chá de boldo. Mas nunca me explicaram o que fazer com a solidão."

u a u

=)

Uli... disse...

Não posso te atestar uma cura, mas, posso indicar um paliativo pra solidão: amigos + bohemia 2x/semana!!!

Karen disse...

Mas isso não se estanca com band-aid, meu amigo. No mínimo, 6 pontos, e olhe lá. Mas o bom é que tem cura. Qual chá sua saudosa avó indicava para cicatrização? (me seria bastante útil, porque tem feridas que parecem não sarar nunca...) Enquanto não sei, meu amor e minha admiração estão aqui para você, assim como você para mim, o que sempre me coloca um sorriso no rosto novamente. Beijos.

Niam disse...

"A cólera também tem privilégios".
'O Rei Lear (1605-1606)'

:)***

Paulo Sempre disse...

"Aprendi a curar minha ressaca com chá de boldo. Mas nunca me explicaram o que fazer com a solidão. Esse é o tipo de hemorragia que não estanca com band-aid."



Há, por vezes, uma solidão quase loucura...
Estancar a solidão representa um esforço que nem sempre resulta.
A solução é, por isso, aprender a viver com a solidão.

Abraço

NÍDIA FRIAS disse...

Oi Celo! Vim aqui te seguir e aproveitei para ler esta sua ultima postagem...
Então aproveitei também para postar um comentário, te deixando um beijo, te lembrando que aguardo nossa reunião/encontro que nunca rola! ;) Contar as novas: sábado agora fui a um show com Everton, lembra?...
E dizer que estou com saudades...
Ahhh a SOLIDÃO!... Algo nosso, tão pessoal!... E muitas vezes nem nós a compreendemos porque sentimos em meios a tantas multidões... Pois só nosso desejo mais íntimo sabe o motivo de tê-la como companheira. Tanto a superficial, quanto aquela que não sabemos por que sentimos!
Porque só apedrejá-la? Solidão muitas vezes é tão benéfica! Silenciar nela e entregar-se a ela, nos leva a outros universos e podemos colher tesouros inimagináveis dessa companhia e guardá-los para darmos de presente ao compartilharmos depois com o outro, já no momento de completude...
Como ela nos faz valorizar o vizinho e aqueles que diariamente de alguma forma nos incomodam! Né???!!
Se bem que se o meu vizinho parar de trabalhar de madrugada e me deixar dormir, o barzinho da rua deixar de tocar até altas horas no fds, eu não vou sentir falta e nem na solidão! Faço é uma festaaaaaaaa de arromba no apt sozinha! Dançando feito louca de pijama e sozinha mesmooooooooooo! FELIZ DA MINHA VIDA! Acho até que nem vou ligar em dormir! Só comemorar! Rsrsr
Feliz momento de solidão para ti!
beijos
Te amooooooo

Luciana Luz disse...

Que fale por nós o mestre:

Uma maior solidão
Lentamente se aproxima
Do meu triste coração.
Enevoa-se-me o ser
Como um olhar a cegar,
A cegar, a escurecer.
Jazo-me sem nexo, ou fim...
Tanto nada quis de nada,
Que hoje nada o quer de mim.

Uma maior solidão -Fernando Pessoa

Nomundodalua disse...

já dizia renato russo: o mal do século é a solidão..(era sec XX né? mas acho que só se aprofundou no XXI.. :/)

não estanca mesmo e, por isso mesmo, não se deve entregar os pontos :)

a solidão é privilegio de todos, quem nunca se sentiu assim? :*