sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Cicatrizes

Você seria capaz de produzir uma crônica que tivesse como tema uma cicatriz do seu corpo? Esse questionamento inútil veio a tona nesses últimos 12 dias que fiquei trancado em casa, me recuperando de uma pequena cirurgia. Sabe como é... Mente vazia é oficina do diabo. A ideia é simples. Convidaria um número “x” de amigos e cada um deles escreveria sobre uma cicatriz do corpo. Reconheço que a tarefa, em alguns casos, poderia ser dolorosa. Afinal, corre-se o risco de se reviver lembranças não muito agradáveis. Mas acho que, ainda assim, o resultado seria instigante. Teríamos um apanhado de histórias de vários gêneros, do drama a comédia.

Eu tenho uma cicatriz na testa que entraria facilmente na segunda categoria. Consegui a marca batendo de frente em um poste. Detalhe: eu estava caminhando. Como eu consegui essa proeza? Isso você só vai descobrir quando comprar o livro “Cicatrizes”. Na realidade, o projeto só existe na minha cabeça. Portanto, ainda dá tempo de você vasculhar a sua pele em busca de algum vestígio que valha uma boa história. Aliás, vale tudo. Marca de bala, faca, vidro, prego, gilete, mordida, estilhaço, galho de árvore, queimadura... Mas, pelo amor de Deus, não force a barra só pra conseguir um espaço no livro. Lembre-se: automutilação é fim de carreira.

8 comentários:

Debora disse...

Eu tenho algumas histórias pra contar. Não sei se seriam boas o suficiente, mas me marcaram, literalmente. :)

Samis disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Samis disse...

não tenho nenhuma cicatriz de infancia e me acho meio infeliz por issso

são tão legais nossas tatuagens naturais

as duas que tenho são de cirurgias.

Livia Cavalcanti disse...

Minha cicatriz seria a da minha cesariana...risos...a cicatriz que mesmo que se apague, continuará me dando seu fruto por toda a vida...huahauhauahuahu

Karen disse...

Excelente idéia, caro amigo. ;)Cicatrizes, tenhos algumas. Serão quantas edições? Hehehe... Beijo.

Niam disse...

Amigo, vc sabe que tenho algumas cicatrizes, uma não sei se consigo contar, mas a da queimadura é hilária, quem se queima vendo um filme de faroeste: "Ninho de Cobras" - KKKKKkkkkkkk, quando quiser colher os detalhes me avise, será um prazer! Bjus!

chiara.guidetti disse...

cicatriz invisivel aous olhos no coração da certo?!
se nao vale, tenho uma bem visivel na perna que ainda nao obstacula minhas caminhadas pelo mundo!!
bjão

Patrícia disse...

Gostei da idéia. Leve-a em frente. Sou uma das que possui cicatriz de infância. Seria bom escrever. Um abraço.