quarta-feira, 8 de junho de 2011

Saliva e jasmim

Não é de hoje que o tesão nos espreita. Sempre se esgueirando por entre coxas, pescoços, mãos, ombros, costas, quadris. Um dia ele vai cansar dessa brincadeira, desse jogo de esconde-esconde, de correr sobre a pele, de se enroscar nos pelos. Um dia, completamente exausto e com sede, o tesão vai pedir um copo com água, mas eu darei saliva. Essa conversa eu tive com os meus botões. Os mesmos botões que horas mais tarde avançaram famintos sobre o decote avassalador, que apertaram os seios macios e perfumados contra o meu peito. Os mesmos botões que voltaram pra casa cheirando a damasco, âmbar, vetiver e jasmim. O cheiro dela.

7 comentários:

Uli... disse...

Ei, amigo panela, vou ter que comentar essa... Não leve a mal, mas, ta pra existir quem consiga identificar QUATRO essências de perfume diferentes em uma só pessoa!! KKKKKKkkkkk... Pare de escrever agora e vá trabalhar pra Dior ou Chanel!!

Anônimo disse...

Uliana, é por isso que o seu mundo tem sempre o mesmo cheiro. Você precisa de licença poética...rs

Janaína Carvalho disse...

Mr. panela, eu só consigo dizer, PQP!!!!!!!! Você é o cara!

Uli... disse...

Amigo Panela, meu mundo só tem um cheiro pq sofro de rinite alérgica!! HA HA HA HAHA... Mesmo assim, vc sabe que sou sua fa e claro que todos precisamos exercitar a licença poética!! Bjim...

Luciana Luz disse...

Sensual e estético. Mata com um golpe só!
Beijo

Délia disse...

Lindo!

Isabela Santos disse...

Saliva-me.