terça-feira, 2 de setembro de 2008

Da série: resgatando anotações (parte II)



Apenas ouviu o sussurro:

Você viu, menino? Quantas possibilidades?

Era a vida já saindo da sala escura, rindo e apontando para o palco. Enquanto ela sumia por trás da cortina vermelha ele ficou com cara de idiota, talvez por não acreditar tanto em si mesmo. Mas nem por isso deixou de sorrir. Era um sábado. Dia de alegria.

2 comentários:

Delia disse...

Sim, tem que sorrir mesmo...
o que o resta além??
********

Eita, parece um deja vu!! Eu comentando num bloig seu... faz tempo quando ia no "magro de natal".
bom reencontra-lo no mundo bloguístico!!!
um beijo querido panela.

Ve Barbosa disse...

"Era um sábado. Dia de Alegria."

Gosto disso.

Piu!